Entidades propõem moratória ao desmatamento na Amazônia

Mais de 60 organizações e coletivos da sociedade civil entregaram nesta quinta-feira (6/8) aos presidentes da Câmara e do Senado, a investidores estrangeiros e a parlamentares brasileiros e europeus uma carta com cinco propostas emergenciais para conter a crise do desmatamento na Amazônia. Uma das medidas é o estabelecimento de uma moratória de pelo menos

Desmatamento na Amazônia cresce 29% em um ano, indica Imazon

Em um ano, a Amazônia perdeu 6.536 km² de floresta nativa, um aumento de 29% em comparação com o ano anterior. A análise compreende os meses entre agosto de 2019 e julho de 2020, período classificado como calendário do desmatamento. Entre os meses analisados, março foi o que registrou o maior aumento na devastação da

Desmatamento na Amazônia aumenta 54% em dez meses

Apenas em maio, a Amazônia perdeu 649 km² de floresta nativa. Essa é a segunda maior taxa de desmatamento para o mês de maio dos últimos dez anos. De acordo com os dados do Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon, no período acumulado do calendário do desmatamento, que vai de agosto do ano passado

70% da exploração madeireira no Pará é ilegal, de acordo com estudo do Imazon

Um novo estudo publicado pelo Imazon atestou que 38 mil hectares de floresta foram explorados no período de agosto de 2017 a julho de 2018. Desses, apenas 30% possuíam autorização para exploração, enquanto 70% eram irregulares. O Sistema de Monitoramento da Exploração Madeireira (SIMEX) cruza informações das Autorizações para Exploração Florestal (Autefs) operacionais no período,

APÓS DIGITAR O TEXTO, PRESSIONE ENTER PARA COMEÇAR A PESQUISAR