Pegada Ecológica


Entre 2006 e 2009, as atividades desenvolvidas pelo Imazon resultaram na emissão para a atmosfera do equivalente a 606 toneladas de CO2, o que corresponde a uma Pegada Ecológica (PE) de 337 hectares. Essa é a área que deve ser reflorestada para neutralizar o CO2 emitido nesse período. Em 2009, houve a maior emissão (204 toneladas de CO2 e PE de 113 hectares), seguido de 2008 (150 toneladas de CO2 e PE de 84 hectares), 2007 (127 toneladas de CO2 e PE de 71 hectares) e 2006 (125 toneladas de CO2 e PE de 69 hectares).

Os itens que mais contribuíram para as emissões de CO2 entre 2006 e 2009 foram viagens aéreas (53%); alimentação dos funcionários da instituição (18%); consumo de energia elétrica (12%); combustível para transporte dos funcionários até o Imazon (6%); gasolina para carro (5%) e táxi institucional (2%). O consumo de gás, papel, transporte dos funcionários que utilizam ônibus e os resíduos sólidos orgânicos foram os menos relevantes (1% para cada).

 

Veja o relatório completo aqui.