FSC® promove segunda consulta pública para Indicadores Genéricos Internacionais

FSC® promove segunda consulta pública para Indicadores Genéricos Internacionais

A sociedade brasileira está convidada a participar da revisão dos indicadores que ajudarão a definir o futuro do manejo florestal e Belém sediará uma das reuniões.

O Forest Stewardship Council® promove a segunda rodada da consulta pública “Mostre a sua voz e cuide das florestas no Brasil e no mundo”. O objetivo é que comunidades, entidades sociais, ambientais e econômicas se envolvam na discussão dos indicadores que compõem os novos Princípios e Critérios FSC, .que serão usados para avaliar o manejo florestal no mundo todo de acordo com as normas da organização.

“Buscamos uma ampla participação e maior engajamento de organizações ambientais e sociais na discussão e revisão dos indicadores que irão padronizar o manejo florestal mundialmente”, disse Fabiola Zerbini, Secretaria Executiva do FSC Brasil.

Entre as principais novidades e conceitos trazidos nessa versão estão a implementação de medidas anticorrupção; a promoção da igualdade de gênero e treinamento para reconhecimento e relato de casos de assédio sexual e discriminação de gênero; pagamento de salários dignos para os trabalhadores florestais; o manejo de paisagem; e o manejo adaptativo.

Haverá três reuniões presenciais com os membros do FSC Brasil, comunidades, universidades, organizações público-privadas e outros interessados. Além de Porto Seguro (12) e São Paulo(25), Belém sediará uma das reuniões no dia 14 de março, no Belém Soft Hotel – para participar da reunião basta confirmar presença pelo emailconsultapublica@fsc.org.br.

Os interessados encontram a versão que está para revisão no site do FSC Brasil (http://br.fsc.org/). A consulta pode ser respondida diretamente aqui ou também pode ser baixado o documento em pdf, que deverá ser preenchido e enviado por e-mail (igi@fsc.org) ou por correio (Rua Luis Coelho, 320 – Cj. 82 – Consolação. 01309-000 – São Paulo – SP – Brasil). Todos os documentos de consulta estão disponíveis no site especialmente dedicado aos IGI: igi.fsc.org.

A aprovação do documento final está prevista para junho de 2014. Após essa data, será realizado o processo de adaptação da versão internacional para os padrões nacionais. “A mobilização da sociedade brasileira é fundamental para que os indicadores reflitam a necessidade do nosso país”, explica Fabíola. A executiva enumera alguns pontos que devem ser assegurados: conservação e preservação das florestas; redução de impactos ambientais; manejo de paisagem considerando a fauna, flora e cultura local; manutenção e melhoria dos altos valores de conservação; geração de serviços ambientais; garantia de segurança, saúde e bem estar dos trabalhadores da área florestal; respeito e envolvimento das comunidades indígenas e comunidades do entorno das florestas; entre outros.

Sobre o FSC® Brasil:

O FSC (Forest Stewardship Council®) é uma organização independente, não governamental, sem fins lucrativos, criada para promover o manejo florestal responsável ao redor do mundo. Foi oficialmente fundado em 1993 como resposta às preocupações sobre o desmatamento em todo o mundo.  As discussões a respeito da criação do FSC Brasil iniciaram-se em 1996 e a iniciativa nacional formalizou-se em 2001 com a criação do Conselho Brasileiro de Manejo Florestal, o FSC Brasil. A missão do FSC Brasil é  difundir e facilitar o bom manejo das florestas brasileiras, conforme Princípios e Critérios que conciliam salvaguardas ecológicas, benefícios sociais e viabilidade econômica. Seguindo o mesmo modelo de governan­ça do FSC Internacional, as decisões do FSC Brasil são deliberadas pelo voto da maioria dos membros das câmaras social, ambien­tal e econômica, nas assembleias anuais e reuniões das instâncias diretivas. A certificação FSC é internacionalmente reconhecida, e identifica, através de sua logomarca, produtos madeireiros e não madeireiros originados do manejo florestal responsável.

Para informações adicionais, acesse o site do FSC Brasil  br.fsc.org

Mais informações para a imprensa:

GWA Comunicação Integrada
Marianna Abdo
(11) 3030-3000 – ramal: 240
marianna@gwa.com.br