Calha Norte sustentável: situação atual e perspectivas


imageSantos, D., Veríssimo, A., & Sozinho, T. 2013. Calha Norte sustentável: situação atual e perspectivas (p. 200). Belém: Imazon.

A Calha Norte paraense possui aproximadamente 270 mil quilômetros quadrados, ou 22% do Estado do Pará. Uma área correspondente aos Estados de São Paulo e Alagoas reunidos. A região abriga nove municípios: Alenquer, Almeirim, Curuá, Faro, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha e Terra Santa. Com uma população igual a 320,6 mil habitantes (4,3% da população total do Pará), a região possui somente 5% de seu território desmatado. Trata-se de uma área com grande singularidade por abrigar as maiores Unidades de Conservação dos trópicos, incluindo a maior do mundo: a Estação Ecológica do Grão-Pará, com cerca de 4,2 milhões de hectares.

Essa publicação busca delinear a situação atual e perspectivas dessa região e desses municípios, através de diagnósticos socioeconômicos e ambientais. Apesar da imensidão de florestas protegidas e em bom estado de conservação, os indicadores socioeconômicos avaliados estão em situação crítica ou demonstram cautela. Para reverter esse quadro, existem muitos desafios e boas oportunidades para que a Calha Norte se desenvolva dentro dos padrões de sustentabilidade, tais como: reforçar a agenda de conservação e uso sustentável nas Áreas Protegidas; ampliar os esforços no combate ao desmatamento ilegal nas áreas não protegidas; investimentos nas áreas de educação, saúde e saneamento básico; e fortalecer a economia com bases sustentáveis.

Baixe aqui o arquivo

Baixe também a publicação dividida em capítulos:

Introdução

Visualize AQUI a versão online da publicação