Amazônia vive situação drástica nos aspectos sociais, ambientais e econômicos, diz estudo

Estudo inédito realizado nos países amazônicos mostra que a região está longe de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio estabelecidos pela ONU. Belém (16.11.11) – Apesar de alguns avanços nas últimas décadas, ainda são drásticas as condições sociais, econômicas e ambientais nos seis países que fazem parte da bacia amazônica: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador,

Estudo aponta eficácia de áreas protegidas da Amazônia

Estudo realizado por pesquisadores do Imazon e da Universidade Estadual da Dakota do Sul (EUA) acaba de ser publicado na revista científica Biological Conservation . O estudo revela que as Áreas Protegidas (Terras Indígenas e Unidades de Conservação) da Amazônia Legal têm sido largamente eficazes na manutenção da cobertura forestal.

Estudo faz diagnóstico das Áreas Protegidas na Amazônia Brasileira

Publicação produzida pelo ISA e pelo Imazon, Áreas Protegidas na Amazônia Brasileira, avanços e desafios, traz um balanço da criação de Unidades de Conservação e do processo de reconhecimento das Terras Indígenas. Trata de sua implementação e gestão e da situação atual frente ao desmatamento, à mineração, à exploração de madeira e estradas associadas, além

Municípios discutem gestão ambiental

Secretários municipais de Meio Ambiente e lideranças de municípios do Pará se reuniram em Paragominas no dia 18 de agosto para o II Intercâmbio Ambiental. O evento proporcionou a troca de experiências sobre gestão ambiental entre os Municípios, entre eles as localidades de Abeu Figueiredo, Bom Jesus do Tocantins, Breu Branco, Dom Eliseu, Goianésia do

Nota de Esclarecimento – Exploração Madeireira

Na matéria 65% do corte de madeira do Pará é ilegal, diz o Imazon do Estado de São Paulo (Vida- A18) de 04 de outubro de 2011 houve um equívoco na utilização do termo desmatamento (corte raso). Os dados apresentados na matéria referem-se à exploração madeireira (corte seletivo) ocorrida no Pará entre 2009 a 2010.

Nota de Esclarecimento – Monitoramento do Desmatamento

O Imazon recebeu questionamentos sobre os dados divulgados em 17/05 indicando aumento de cerca de 500% no desmatamento no Mato Grosso em abril de 2011 em relação ao mesmo mês do ano anterior (http://bit.ly/kiFuld). Os questionadores alegam que os dados são tendenciosos e contestam a validade científica das informações, já que o desmatamento anual na Amazônia

APÓS DIGITAR O TEXTO, PRESSIONE ENTER PARA COMEÇAR A PESQUISAR