Nota de Esclarecimento – Monitoramento do Desmatamento

Nota de Esclarecimento – Monitoramento do Desmatamento

O Imazon recebeu questionamentos sobre os dados divulgados em 17/05 indicando aumento de cerca de 500% no desmatamento no Mato Grosso em abril de 2011 em relação ao mesmo mês do ano anterior (http://bit.ly/kiFuld). Os questionadores alegam que os dados são tendenciosos e contestam a validade científica das informações, já que o desmatamento anual na Amazônia vem caindo desde 2006.

Em resposta, vimos esclarecer:

1. Sobre o monitoramento do desmatamento: Existem duas medidas do desmatamento na Amazônia – uma na escala mensal e outra anual. O monitoramento anual tem mostrado a queda desde 2006. Entretanto, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon detectou o aumento do desmatamento referente ao mês de abril de 2011 no estado de Mato Grosso em comparação ao ano anterior. O sistema DETER do Instituto de Pesquisas Espaciais corroborou o aumento segundo boletim divulgado hoje (http://bit.ly/jPCy7u).

2. Método utilizado pelo Imazon: O Imazon monitora o desmatamento da Amazônia brasileira com o seu Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) desde 2007 com imagens de satélites. A metodologia do SAD possui respaldo por meio de várias publicações em jornais científicos (https://imazon.org.br//publicacoes). Além disso, os dados são amplamente divulgados para sociedade (www.imazongeo.org.br) e são verificados em trabalhos de campo e levantamentos aéreos conduzidos pelo Imazon e instituições parceiras.

Continuaremos prestando nossos serviços à sociedade brasileira, sempre seguindo nosso compromisso com a sustentabilidade, ética, uso do método científico e excelência na qualidade.