Promover iniciativas que valorizem o desenvolvimento sustentável é um dos princípios do Programa Territórios Sustentáveis. O Imazon, uma das instituições que compõem o Programa, é o responsável pela iniciativa que incentiva o uso e a exploração sustentável das riquezas da floresta na região da Calha Norte. Em Terra Santa, município localizado no Oeste do Pará, moradores da comunidade Urubutinga estão recebendo capacitação para o manejo e beneficiamento da castanha-do-pará. 

WhatsApp Image 2019 08 28 at 09.37.35 300x273 - Territórios Sustentáveis promove capacitação em beneficiamento de castanha-do-pará em comunidade do Baixo Amazonas

 Em uma das últimas atividades, o Instituto capacitou comunitários no beneficiamento da castanha-do-pará, utilizando os equipamentos de uma indústria, que há anos estava desativada. Por 4 dias, os integrantes da comunidade puderam aprender o passo a passo da cooperativa, conhecer os processos de beneficiamento da castanha, como a quebra e secagem, encontrando o ponto ideal do fruto. Nesse teste, foi possível gerar 27 quilos de castanha-do-pará seca. A capacidade de produção da cooperativa pode chegar a 400 quilos de castanha por dia. 

A pesquisadora do Imazon Jakeline Pereira, explica que, em 2017, o território da comunidade Urubutinga foi impactado pela passagem de um linhão de transmissão de energia, e por isso a mesma recebeu uma indústria e os equipamentos para beneficiamento de castanha, através do programa de responsabilidade social da empresa Manaus Transmissora. “No entanto, a comunidade não possuía expertise com a atividade extrativista da castanha e nem habilidade com a comercialização”, pontua. 

WhatsApp Image 2019 08 28 at 09.37.34 e1570538902334 300x203 - Territórios Sustentáveis promove capacitação em beneficiamento de castanha-do-pará em comunidade do Baixo Amazonas

Essa é uma ação integrada entre as três organizações do Programa Territórios Sustentáveis (Ecam, Imazon e Agenda Pública) e o Imaflora. A secretaria e o conselho municipal de meio ambiente de Terra Santa também atuam fortemente nesse projeto. Além disso, há investimento financeiro dos royalties recebidos da concessão florestal, realizada na Floresta Nacional de Saracá-Taquera, pela madeireira Ebata. “Este trabalho é muito importante para mostrar que é possível fazer o uso sustentável da floresta na Amazônia. Que as concessões florestais podem, de fato, trazer benefícios para a sociedade. Que é possível unir forças entre o poder público, ONGs, comunidades e empresas”, avalia a pesquisadora do Imazon. 

De acordo com Marcelo Cortês, consultor do Imazon, o objetivo da capacitação, além de treinar as pessoas para utilizar as máquinas, é definir o processo de produção na comunidade. “Os membros da comunidade ficaram muitos felizes com a materialização do processo de produção da castanha. Para eles, isso foi fantástico e representa a realização de um sonho para a comunidade”, acrescenta o consultor do Imazon. 

WhatsApp Image 2019 08 28 at 09.37.32 e1570539179802 300x204 - Territórios Sustentáveis promove capacitação em beneficiamento de castanha-do-pará em comunidade do Baixo Amazonas

Além de capacitar os moradores, o Imazon colaborou com o mapeamento e treinamento em boas práticas na coleta e armazenamento de castanha. Até o momento, cerca de 1.200 árvores já foram identificadas pelo grupo. A estimativa é que tenham 5 mil árvores no território. O Imazon também está concluindo o Estudo da viabilidade econômica da Cooperativa. A ECAM está assessorando a reestruturação organizacional da Cooperativa e capacitando-a em associativismo, cooperativismo e elaboração de projetos.  A Agenda Pública assessorou na elaboração do plano de aplicação do recurso de concessão florestal e vem monitorando a aplicação na cooperativa.

A previsão é que até novembro ocorra a inauguração da fábrica de beneficiamento da castanha, mas o trabalho do Imazon junto com a comunidade não vai terminar. “Em novembro haverá a inauguração da fábrica. E continuaremos apoiando a cooperativa para no marketing, negociação e comercialização. Também iremos apoiar a inserção da cadeia produtiva do tucumã, comercializado através da cooperativa.”, acrescenta Jakeline Pereira. 

Jonas Pessoa, secretário de meio ambiente de Terra Santa, destaca que a atividade extrativista é importante para o desenvolvimento econômico do município, por isso é necessário fortalecer associações e cooperativas que atuam nesse segmento. Jonas frisa ainda que a conservação da Amazônia passa por fomentar atividades ligadas ao uso sustentável dos recursos florestais. “O fortalecimento da cooperativa agrega valor à castanha com o seu beneficiamento, aumenta os ganhos dos cooperados, incrementa a economia do município e ainda promove o desenvolvimento sustentável”, completa.

WhatsApp Image 2019 08 28 at 09.37.35 1 300x240 - Territórios Sustentáveis promove capacitação em beneficiamento de castanha-do-pará em comunidade do Baixo Amazonas

WhatsApp Image 2019 08 28 at 09.37.35 2 e1570539307344 300x205 - Territórios Sustentáveis promove capacitação em beneficiamento de castanha-do-pará em comunidade do Baixo Amazonas

Territórios Sustentáveis – O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa da Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN) e da USAID que tem por objetivo contribuir para a consolidação de um desenvolvimento sustentável dentro dos territórios de Faro, Terra Santa e Oriximiná por meio dos eixos, Desenvolvimento Econômico, Gestão Ambiental, Gestão Pública, Capital Social e Quilombolas. Saiba mais sobre o Territórios Sustentáveis no site do programa: www.territoriossustentaveis.org.br

Fundo Amazônia – O projeto “Fortalecimento da gestão ambiental na Amazônia” está em execução pelo Imazon desde 2016 e vai até dezembro deste ano.  Com recursos do Fundo Amazônia/BNDES, o projeto tem como objetivo a redução sustentável do desmatamento e da degradação florestal na Amazônia brasileira, por meio de ações voltadas ao aprimoramento da gestão ambiental municipal, à transparência da regularização fundiária e à consolidação de Unidades de Conservação. Saiba mais sobre o projeto aqui.

Imazon – O Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia foi fundado em 1990 e desde então, se tornou referência internacional em pesquisas sobre o desenvolvimento sustentável na região. A organização possui quase 800 estudos publicados e tem diversas iniciativas que buscam garantir o desenvolvimento sustentável na Amazônia. Saiba mais sobre o Imazon acessando www.imazon.org.br.


Leia também:

APÓS DIGITAR O TEXTO, PRESSIONE ENTER PARA COMEÇAR A PESQUISAR