A Pecuária e o desmatamento na Amazônia na Era das Mudanças Climáticas.

A Pecuária e o desmatamento na Amazônia na Era das Mudanças Climáticas.

artigocie18Barreto, P., Pereira, R., & Arima, E. 2008. A Pecuária e o desmatamento na Amazônia na Era das Mudanças Climáticas. (p. 40). Belém: Imazon.

Este artigo foi publicado originalmente em outubro de 2008 como um capítulo do livro Recursos naturais e crescimento econômico editado pelos professores Alexandre B. Coelho, Erly C. Teixeira e Marcelo J. Braga da Universidade Federal de Viçosa. No artigo destacamos que os debates sobre mudanças climáticas resultariam em pressões para reduzir as emissões de carbono derivadas do desmatamento na Amazônia. Por sua vez, essas pressões afetariam a pecuária, que tem sido o principal uso das áreas desmatadas na região.

De fato, no início de dezembro de 2008 a pressão ficou mais clara, pois o governo brasileiro anunciou (Mendes, 2008) a meta de reduzir o desmatamento na Amazônia em 72% até 2017 como parte do Plano Nacional sobre Mudança no Clima. Segundo o plano, o total da redução seria escalonado em três quadriênios até 2017: 40%, 30% e 30%. Assim, a compreensão sobre os fatores que têm influenciado e poderão influenciar a decisão dos pecuaristas em desmatar ou não se tornam ainda mais relevantes. Por isso, para ampliar o acesso ao material publicado no livro, publicamos esta versão no formato de relatório para distribuição na internet e impresso.

Baixe aqui o arquivo

Visualize a versão online da publicação.