Boletim Transparência Florestal Estado do Mato Grosso (Agosto de 2008).

Boletim Transparência Florestal Estado do Mato Grosso (Agosto de 2008).

florestal_agostoSouza Jr., C., Veríssimo, A., Costa, A., Hayashi, S., Micol, L., & Guimarães, S. (2008). Boletim Transparência Florestal Estado do Mato Grosso (Agosto de 2008) (p. 9). Belém: Imazon.

De acordo com SAD, no mês de agosto de 2008 o desmatamento totalizou 6,14 quilômetros quadrados em Mato Grosso. Esse valor representa uma queda de 81% em relação à área desmatada em julho de 2008 (33,1 quilômetros quadrados).

Em relação ao mesmo mês do ano anterior (agosto de 2007), quando o desmatamento foi de 250 quilômetros quadrados, a queda foi de 98%.

O desmatamento foi maior nos municípios de Cotriguaçu (0,90 quilômetro quadrado) e Lucas do Rio Verde (0,82 quilômetro quadrado).

O desmatamento ilegal representou cerca de 92% do total em agosto de 2008. Ocorreu em propriedades não registradas no SIMLAM (71%), dentro de propriedades registradas no SIMLAM desrespeitando a reserva legal (7%), e em um assentamento de reforma agrária (14%).

Não foi possível detectar a situação do desmatamento em 8% do estado do Mato Grosso por excesso de nuvens na parte Noroeste do estado. Portanto, a estimativa para o mês de agosto de 2008 é conservadora.

Nesse ano, a quantidade de queimadas registrada entre os meses de janeiro a setembro reduziu 84% com relação ao mesmo período de 2007 e foi a menor dos últimos cinco anos. No entanto, os dados divulgados pelo DETER/INPE apontam para uma grande extensão de áreas degradadas nesse período, situação que precisa ser melhor avaliada.

Baixe aqui o arquivo