Para 85%, novo Código Florestal deve priorizar florestas e rios.

Para 85%, novo Código Florestal deve priorizar florestas e rios.

para_85_novo_codigoO Instituto de Pesquisas Datafolha realizou entre 03 e 07 de junho uma pesquisa para avaliar o conhecimento e opinião da população sobre os temas abordados na proposta para o novo Código Florestal.

A pesquisa foi encomendada pelas instituições Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, Imaflora, Imazon, Instituto Socioambiental, SOS Mata Atlântica e WWF-Brasil. Foram realizadas 1286 entrevistas em todo o Brasil.
Na pergunta básica e introdutiva, 85% dos entrevistados declararam que concordam em se dar prioridade para a proteção das florestas (mesmo que isso limite a produção agropecuária) ao invés de prioridade para produção (mesmo que limite a proteção das florestas). O fato que houve expressiva cobertura midiática sobre a recente votação na Câmara dos Deputados fez com que quase dois terços da população declarem ter tomado conhecimento da votação, embora a parcela que se declara bem informada seja modesta, o que reflete a complexidade do tema.
Em geral, a pesquisa revela uma opinião pública com forte preocupação pela conservação das florestas, até mesmo quando esta é colocada como eventual fator limitante da produção agropecuária; dependendo das perguntas, a porcentagem dos brasileiros que discordam da proposta votada na Câmara dos Deputados varia entre 77% (a favor do adiamento do debate para ouvir a ciência) e 95% (que não aceitam manter as ocupações em Área de Preservação Permanente).
Para ter acesso aos damais dados, acesse o briefing da pesquisa ou a apresentação com todos os dados.
Brieffing da pesquisa
Pesquisa Datafolha – Código Florestal