Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (agosto de 2014) SAD

Resumo O SAD detectou 437 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em agosto de 2014. Isso representou um aumento de 136% em relação a agosto de 2013 quando o desmatamento somou 185 quilômetros quadrados. Foi possível monitorar 94% da área florestal na Amazônia Legal enquanto que em agosto 2013 o monitoramento cobriu uma área

Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (setembro de 2014) SAD

Resumo O SAD detectou 402 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em setembro de 2014. Isso representou um aumento de 290% em relação a setembro de 2013 quando o desmatamento somou 103 quilômetros quadrados. Foi possível monitorar 93% da área florestal na Amazônia Legal enquanto que em setembro de 2013 o monitoramento cobriu uma

Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (outubro de 2014) SAD

Resumo O SAD detectou 244 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em outubro de 2014. Isso representou um aumento de 467% em relação a outubro de 2013 quando o desmatamento somou 43 quilômetros quadrados. Foi possível monitorar 72% da área florestal na Amazônia Legal enquanto que em outubro de 2013 o monitoramento cobriu uma

Boletim do Desmatamento (SAD) (Outubro de 2012)

RESUMO Em outubro de 2012, o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) detectou 487 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal. Isso representou um aumento de 377% em relação a outubro de 2011 quando o desmatamento somou 102 quilômetros quadrados. Devido a cobertura de nuvens, foi possível monitorar 83% do território, um valor bem superior

Boletim do Desmatamento (SAD) (Setembro de 2012)

RESUMO Em setembro de 2012, o SAD detectou 431 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal. Esse valor foi 154% maior do que o desmatamento detectado em setembro de 2011. Desse total, a maioria (68%) ocorreu no Pará e o restante no Mato Grosso (14%), Rondônia (12%, Amazonas (3%) e Tocantins (2%). Entre os municípios

APÓS DIGITAR O TEXTO, PRESSIONE ENTER PARA COMEÇAR A PESQUISAR