Sistema de Monitoramento da Exploração Madeireira (Simex) – Estado do Pará 2015-2016

Resumo Neste relatório avaliamos a situação da exploração madeireira no estado entre agosto de 2015 e julho 2016. Para isso, primeiramente verificamos a regularidade das informações dos planos de manejo licenciados pela Semas (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará) por meio do cruzamento das informações contidas nas Autefs (Autorização para Exploração

Os frigoríficos vão ajudar a zerar o desmatamento da Amazônia?

Resumo Os frigoríficos que compram gado da Amazônia têm sido pressionados por campanhas ambientais e processos legais a combater o desmatamento praticado pelos fazendeiros. A pressão para zerar o desmatamento, legal ou ilegal, é crescente, pois esta é a atividade mais poluidora do país se considerarmos a emissão de gases da queima de florestas que

Oportunidades para Restauração Florestal no Estado do Pará

Resumo Executivo Em janeiro de 2017, o governo brasileiro lançou a Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Proveg) como um plano para conter os efeitos das mudanças do clima. Segundo esta política, o Brasil deve promover a regularização ambiental em no mínimo 12 milhões de hectares de vegetação nativa até 2030. O estado do

Floresta para Sempre: um manual para a produção de madeira na Amazônia

PREFÁCIO Durante anos alimentou-se o mito de que os danos ambientais causados pela exploração madeireira eram inevitáveis. Os argumentos variavam: pouco conhecimento da floresta, técnicas inviáveis economicamente, equipamentos inadequados, etc. Este manual coroa um trabalho de sete anos de estudos, pesquisas e testes que, por fim, desmitifica o manejo florestal na Amazônia. É possível diminuir

O Pará no Século XXI: oportunidades para o desenvolvimento sustentável

PREFÁCIO Em anos recentes, muitos estudos têm focalizado a complexa gama de causas para o desmatamento na Amazônia. Colonização, construção de estradas e de barragens, mineração, criação de gado, agricultura, corte de madeira, industrialização, distribuição desigual de terra, incentivos fiscais e a falta de monitoramento eficiente são alguns dos fatores causais mais óbvios que atuam

Pólos Madeireiros do Estado do Pará

APRESENTAÇÃO O estudo sobre a caracterização dos “Pólos Madeireiros” é uma resposta à escassez de estatísticas sobre a atividade madeireira na Amazônia. Para suprir essa carência, foi necessário realizar um amplo levantamento de campo em todos os 72 pólos madeireiros distribuídos nos nove Estados da Amazônia Legal. Esse estudo é o diagnóstico mais completo já

APÓS DIGITAR O TEXTO, PRESSIONE ENTER PARA COMEÇAR A PESQUISAR