Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (julho de 2016) SAD

Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (julho de 2016) SAD

Mapa_sad_desmatamento_julho2016Fonseca, A., Justino, M., Souza Jr., C., & Veríssimo, A. 2016. Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (julho de 2016) SAD (p. 9). Belém: Imazon.

Em julho de 2016, o SAD detectou 539 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal, com uma cobertura de nuvens de 7% do território. Isso representou uma redução de 1% em relação a julho de 2015 quando o desmatamento somou 542 quilômetros quadrados e a cobertura de nuvens foi de 13%.

Em julho de 2016, o desmatamento ocorreu no Amazonas (35%), Rondônia (29%), Mato Grosso (21%), Pará (12%) e Acre (3%). O desmatamento acumulado no período de agosto de 2015 a julho de 2016, correspondendo aos doze meses do calendário atual do desmatamento, totalizou 3.579 quilômetros quadrados. Houve aumento do desmatamento acumulado de 8% em relação ao período anterior (agosto de 2014 a julho de 2015), quando o desmatamento somou 3.322 quilômetros quadrados.

As florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 664 quilômetros quadrados em julho de 2016. Em relação a julho de 2015 houve um aumento de 176%, quando a degradação florestal somou 240 quilômetros quadrados.

A degradação florestal acumulada no período de agosto de 2015 a julho de 2016 (excluindo os dados de junho de 2016) totalizou 6.226 quilômetros quadrados. Em relação ao período anterior (agosto de 2013 a julho de 2014) houve aumento de 185% quando a degradação florestal somou 2.186 quilômetros quadrados.

 

*Os dados de degradação florestal de junho de 2016 ainda estão sendo analisados e, portanto, podem estar subestimados.

 

Baixe o arquivo aqui.

Visualize aqui a versão online da publicação.